O assassinato de Getúlio Vargas


Dia 24 de agosto de 1954 manhã Palácio do Catete

milatares reunidos em poder de honra na sala do então palácio do governo já subornados pelo governo dos Estados Unidos que a pedido das empresas petrolíferas ligadas a Davi Rockfeller

tinha pedido que o governo intervisse no então mandato de Getúlio Vargas o único que então tinha varrido as empresas norte americanas que sugavam a nação do mapa do Brasil

a pedido de Davi Rockfeller então dono da Standart Oil maior empresa americana de extração de petróleo

subornados com grandes somas de dinheiro os militares então presente no Palácio do catete mandaram assassinar o nosso querido então presidente Getúlio Vargas
Dia 24 de agosto de 1954 manhã Palácio do Catete

No dia 24 de agosto, um ultimato dos generais, assinado pelo ministro da Guerra, Zenóbio da Costa, foi entregue a Vargas.

Carta testamento

Mais uma vez, as forças e os interesses contra o povo coordenaram-se e novamente se desencadeiam sobre mim. Não me acusam, insultam; não me combatem, caluniam e não me dão o direito de defesa. Precisam sufocar a minha voz e impedir a minha ação, para que eu não continue a defender, como sempre defendi, o povo e principalmente os humildes.

Sigo o destino que me é imposto. Depois de decênios de domínio e espoliação dos grupos econômicos e financeiros internacionais, fiz-me chefe de uma revolução e venci. Iniciei o trabalho de libertação e instaurei o regime de liberdade social. Tive de renunciar. Voltei ao governo nos braços do povo. A campanha subterrânea dos grupos internacionais aliou-se à dos grupos nacionais revoltados contra o regime de garantia do trabalho. A lei de lucros extraordinários foi detida no Congresso. Contra a justiça da revisão do salário mínimo se desencadearam os ódios. Quis criar liberdade nacional na potencialização das nossas riquezas através da Petrobrás e, mal começa esta a funcionar, a onda de agitação se avoluma. A Eletrobrás foi obstaculada até o desespero. Não querem que o trabalhador seja livre.

Não querem que o povo seja independente. Assumi o Governo dentro da espiral inflacionária que destruía os valores do trabalho. Os lucros das empresas estrangeiras alcançavam até 500% ao ano. Nas declarações de valores do que importávamos existiam fraudes constatadas de mais de 100 milhões de dólares por ano. Veio a crise do café, valorizou-se o nosso principal produto. Tentamos defender seu preço e a resposta foi uma violenta pressão sobre a nossa economia, a ponto de sermos obrigados a ceder.

Tenho lutado mês a mês, dia a dia, hora a hora, resistindo a uma pressão constante, incessante, tudo suportando em silêncio, tudo esquecendo, renunciando a mim mesmo, para defender o povo, que agora se queda desamparado. Nada mais vos posso dar, a não ser meu sangue. Se as aves de rapina querem o sangue de alguém, querem continuar sugando o povo brasileiro, eu ofereço em holocausto a minha vida.

Escolho este meio de estar sempre convosco. Quando vos humilharem, sentireis minha alma sofrendo ao vosso lado. Quando a fome bater à vossa porta, sentireis em vosso peito a energia para a luta por vós e vossos filhos. Quando vos vilipendiarem, sentireis no pensamento a força para a reação. Meu sacrifício vos manterá unidos e meu nome será a vossa bandeira de luta. Cada gota de meu sangue será uma chama imortal na vossa consciência e manterá a vibração sagrada para a resistência. Ao ódio respondo com o perdão.

E aos que pensam que me derrotaram respondo com a minha vitória. Era escravo do povo e hoje me liberto para a vida eterna. Mas esse povo de quem fui escravo não mais será escravo de ninguém. Meu sacrifício ficará para sempre em sua alma e meu sangue será o preço do seu resgate. Lutei contra a espoliação do Brasil. Lutei contra a espoliação do povo. Tenho lutado de peito aberto. O ódio, as infâmias, a calúnia não abateram meu ânimo. Eu vos dei a minha vida. Agora vos ofereço a minha morte. Nada receio. Serenamente dou o primeiro passo no caminho da eternidade e saio da vida para entrar na História.

Caro Leitor,

Você acha que alguém antes de se “suicidar”

Faria uma carta tão bonita dessa tudo redigido certinho NUNCA

isso aí foi invenção dos militares que receberam dinheiro das ESSO(empresa produtora de petróleo que tinha grande interesse em explorar o petróleo produzido aqui através de informações confidencias obtidas por empresas de espionagem particulares)pra tirar Getúlio Vargas da reta o único impedimento qque impedia o Brasil de ser exxplorado igual nos tempos da rainha da Inglaterra que levava todo nosso ouro assim era necessário tirar o opositor da robalheira estrangeira

Standard Oil

A saga da Standard Oil classifica como um dos episódios mais dramáticos da história da economia E.U.. Isso ocorreu num momento em que o país estava passando por sua transformação rápida de uma sociedade predominantemente agrícola para a maior potência industrial do mundo já conheceu. Os efeitos da Standard Oil sobre os E.U., assim como em grande parte do resto do mundo, eram imensas, e as lições que podem ser aprendidas com este incrível história são possivelmente tão relevantes hoje como eram há um século.

Standard Oil Company foi fundada por John D. Rockefeller, em Cleveland, Ohio, em 1870, e, em pouco mais de uma década, havia atingido o controle de quase todas as refinarias de petróleo em os E.U. Esta predominância do petróleo, juntamente com seus tentáculos entwined profundamente nas ferrovias, outras indústrias e até mesmo vários níveis de governo, persistiu e intensificou-se, apesar do clamor público crescente e repetidas tentativas de quebrá-lo, até que o Supremo Tribunal E.U. finalmente foi capaz de agir de forma decisiva em 1911.

John D. Rockefeller

John Davidson Rockefeller nasceu o segundo dos seis filhos em uma família de classe trabalhadora em Richford, (norte do estado) Nova Iorque em 1839. Em 1853, a família mudou-se para uma fazenda em Columbus, Ohio, perto de Cleveland. Sob pressão de seu pai, Rockefeller saiu da escola pouco antes do início e entrou em uma escola profissional, onde estudou caligrafia, contabilidade, direito bancário e comercial.

Em 1859, Edwin Drake descobriu petróleo em Titusville, no oeste da Pensilvânia. Isso provocou uma corrida do petróleo para a região e marcou o início do petróleo como uma das principais indústrias os E.U. Coincidentemente, este foi o ano em que Charles Darwin, A Origem das Espécies foi publicado, um trabalho que teve uma grande influência não só no ciências, mas também nas empresas e na sociedade em geral.

Foi também em 1859 que Rockefeller começou seu primeiro negócio. Com 1.000 dólares que tinha guardado e outro emprestado $ 1.000 de seu pai, e em parceria com outro jovem, Maurice B. Clark, ele montou uma comissão que tratou de negócios com uma grande variedade de produtos, incluindo feno, grãos e carnes.

Após a eclosão da guerra civil em 1861, Rockefeller contratou um substituto para evitar o recrutamento, como não era incomum entre os nortistas naqueles dias. Embora a guerra inicialmente perturbada da economia, que logo começou a estimular o desenvolvimento no Norte, e este parece ter sido um fator importante no sucesso repentino e espetacular Rockefeller.

A descoberta Titusville levou à subida rápida de uma grande indústria, baseada em grande parte o uso de querosene para iluminação. Refino de petróleo transformou-se em grande parte concentrada em Cleveland por causa de sua proximidade com os campos de petróleo do oeste da Pensilvânia, o serviço ferroviário seu excelente (e competitividade), a sua disponibilidade de transporte de água baratos (em terrenos adjacentes Lake Erie) e suas abundantes reservas de baixo custo de mão de obra imigrante.

Rockefeller foi imediatamente atraído para o negócio do petróleo, e em 1863, na idade de 24, ele estabeleceu uma refinaria em Cleveland, com Clark e um novo parceiro, Samuel Andrews, um químico que já tinha vários anos de experiência de refino. Alimentada pela demanda crescente de petróleo e ambição Rockefeller, esta se tornou a maior refinaria da região dentro de apenas dois anos, e Rockefeller, posteriormente focou a maior parte de sua atenção em relação ao petróleo para as próximas três décadas.

Standard Oil Company

Em 1870, Rockefeller, em conjunto com seu irmão William, Henry M. Flagler e Samuel Andrews, estabeleceu a Standard Oil Company of Ohio. Isso ocorreu enquanto a indústria de refino de petróleo ainda era altamente descentralizada, com mais de 250 concorrentes, os E.U.

A empresa quase que imediatamente começaram a usar uma variedade de técnicas cutthroat para adquirir ou destruir concorrentes e, assim, “consolidar” a indústria. Eles incluíam:

(1) Temporariamente subcotação dos preços dos concorrentes até que eles saíram do negócio ou vendidos para fora a Standard Oil.

(2) a comprar os componentes necessários para fazer barris de petróleo a fim de impedir os concorrentes de obter o seu petróleo para os clientes.

(3) Utilizando a sua grande e crescente volume de embarques de petróleo para negociar uma aliança com as estradas de ferro que lhe deu descontos secretos e reduza seus custos de transporte marítimo eficaz a um nível muito abaixo das taxas cobradas aos seus concorrentes.

(4) Secretly compra de concorrentes e, em seguida, com funcionários das empresas de espionagem e dar aviso prévio de negócios a ser planeadas por outros concorrentes.

(5) Secretly compra ou a criação de novas empresas de petróleo relacionadas, tais como gasodutos e empresas de engenharia, que pareciam ser os operadores independentes, mas que ofereciam descontos Standard Oil escondido.

(6) Despacho bandidos que usaram ameaças e violência física para acabar com a actividade dos concorrentes que não poderiam ser persuadidos.

Em 1873 a Standard Oil havia adquirido cerca de 80 por cento da capacidade de refino em Cleveland, que constituíram cerca de um terço do total E.U.. O crash da bolsa em setembro desse ano provocou uma recessão que durou seis anos, a Standard Oil e rapidamente se aproveitaram da situação para absorver refinarias na região do petróleo na Pensilvânia, em Pittsburgh, Filadélfia e Nova York. Em 1878 Rockefeller tinha alcançado o controle de quase 90 por cento do óleo refinado os E.U., e logo depois ele ganhou o controle da maior parte dos serviços de comercialização de petróleo em os E.U.

Standard Oil inicialmente centrado na integração horizontal (ou seja, na mesma fase de produção), obtendo o controle das refinarias de petróleo. Mas gradualmente tornou-se também a integração vertical (ie, estendido para as outras fases de produção e distribuição), principalmente através da aquisição de oleodutos, ferrovias vagões-tanque, terminais e fábricas barril de fabricação.

Standard Oil Trust

A empresa continuou a prosperar e expandir seu império, e, em 1882, todas as suas propriedades e dos seus afiliados foram fundidas para a Standard Oil Trust, que era, na verdade, uma grande organização com tremendo poder, mas uma existência obscura legal. Foi o primeiro dos grandes grupos empresariais.

A confiança foi um acordo pelo qual os acionistas em um grupo de empresas que transferiram as suas acções a um conjunto único de Curadores, que controlava todas as empresas. Em troca, os acionistas receberam certificados autorizando-os a uma determinada percentagem do lucro consolidado das empresas geridas conjuntamente.

O conceito de uma relação de confiança foi proposto por Samuel Dodd, um advogado trabalhando para a Standard Oil. No caso da Standard Oil, um conselho de nove curadores, controlada por Rockefeller, foi criada e foi dado o controle de todas as propriedades da Standard Oil e suas afiliadas numerosos. Cada acionista recebeu 20 certificados de confiança para cada ação da Standard Oil estoque. Os conselheiros eleitos os conselheiros e diretores de cada uma das empresas de componentes, e todos os lucros dessas empresas foram enviados para os administradores, que decidiu os dividendos. Esse acordo permitiu todas as empresas a funcionar em uníssono como um monopólio altamente disciplinada.

Desde seus primórdios, a indústria do petróleo E.U. tinha sido bem ciente do poder de monopólio e os seus enormes lucros potenciais. Embora as flutuações aparentemente errático dos preços do petróleo tinham convencido muitas refinarias para tentar restringir a produção em um esforço conjunto, essas tentativas não durou muito tempo porque os incentivos à fraude eram tão grandes. Entretanto, a organização unificada da confiança finalmente fez a regulamentação disciplinada dos níveis de produção possíveis, dando assim a seus proprietários o controle completo sobre os preços.

Os lucros fabulosos e sem precedentes da Standard Oil foram possíveis por (1) este controle sobre os preços (ea conseqüente capacidade de fixar os preços a níveis que possam maximizar os lucros), (2) as enormes economias de escala alcançada a partir do controle de quase todas as óleo refinado de os E.U. e (3) a capacidade de pressão de ferro e outros fornecedores de bens e serviços em dar-lhes taxas de barganha.

No entanto, mesmo esta riqueza sem precedentes e de energia não era suficiente. Rockefeller ea Standard Oil necessário cada vez mais. A empresa expandiu-se, assim, os mercados estrangeiros, particularmente da Europa Ocidental e Ásia, e depois de um óleo enquanto ele estava vendendo ainda mais no estrangeiro do que os E.U. Além disso, Rockefeller, além de seu papel como o chefe da Standard Oil, também investiu em diversas empresas de fabricação, transporte e outras indústrias e possuiu grandes minas de ferro e extensas da Timberland.

O êxito surpreendente da Standard Oil incentivou outros a seguirem o modelo de negócio Rockefeller, especialmente nas décadas crescendo final do século 19. Confia foram estabelecidos em cerca de 200 indústrias, embora a maioria nunca chegou perto da Standard Oil no tamanho ou na lucratividade. Entre os maiores eram de ferro, carvão, aço, açúcar, tabaco e frigoríficos.

Esse post foi publicado em anticristo, chip, nacional, nova ordem mundial. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s